Discutível Perfeição: UM DESPERTAR

ÚLTIMOS POSTS









quinta-feira, 30 de agosto de 2018

UM DESPERTAR


... Entrei no carro, bati a porta e sai sem rumo. Não demorou muito e as lágrimas me cegaram, ficou complicado ver a pista, mas não parei o carro. Quanto mais irada, mais acelerava.

Ainda chorando vi uma cidadezinha, da qual nunca tinha visto ou ouvido falar antes, no entanto algo dentro de mim despertou e senti um desejo de conhecê-la. Dirigi por ela sem saber ao certo o que buscava, as lágrimas tinham cessado e minha visão estava mais clara. Enquanto vagava pela cidade avistei um bosque e a mesma inquietação de antes me forçou a parar. Quando desci do carro observei bem a entrada e sem prestar muita a atenção andei alguns metros pela passarela e uma bela árvore me chamou a atenção, era enorme e tinha belos galhos, as raízes saltavam para fora da terra formando um cantinho aconchegante. Encantada, me aproximei e sentei ali, não demorou nada para que as lágrimas retornassem, mas de uma maneira selvagem, chorei como uma criança.

- O que te afliges? – uma voz doce perguntou.

Ainda soluçando levantei meus olhos para encarar quem perguntava. Era um rapaz de vinte e poucos anos com belíssimos olhos azuis, tão azuis quanto o mar.

- O que te afliges? – repetiu a pergunta.

Não consegui responder, apenas abaixei a cabeça.

- Por que você permite que destruam seus sonhos e roubem tua esperança? Você não me parece ser o tipo de pessoa que permitiria tal crueldade.

Como esse desconhecido sabe de tudo isso?

- Seja forte garota, lute por seus sonhos...


As palavras ainda ecoavam na minha mente quando acordei. Tudo não passou de um sonho, mas foi suficiente para me despertar. Vi tudo tão claro... Estava entregando tudo de bandeja. Levantei da cama e segui rumo ao banheiro, isso já era um velho hábito, bati a mão no interruptor e me observei no espelho. Primeira constatação, eu estava uma bagunça. Mas permaneci ali, talvez esperando acordar do pesadelo, mas dessa vez era real. Uma realidade triste, mas tudo só dependia de mim. E ali mesmo em frente ao espelho do meu banheiro jurei pra mim mesma que nunca mais ninguém mataria um sonho meu. Uma sensação de alívio e alegria me invadiu de tal forma que nem consigo explicar. Então, sai do banheiro e voltei pra cama, ainda era madrugada. Cogitei dormir, mas sabia que seria um esforço em vão. Então liguei meu aparelho de som, a música invadiu o quarto todo e fiquei ali deitada esperando o dia nascer.

Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mas lembre-se:

✔ Identifique-se;
✔ Evite palavrões, educação é bom, bonito e todo mundo gosta;
✔ Estou aberta a todas as opiniões, mesmo que a sua seja uma crítica;
✔ Retribuirei qualquer comentário, se possuir blog;
✖ Não faça propaganda de seu blog, se quiser deixar o link, comente usando a opção Nome/URL ou com o seu OpenID.

Obrigada por comentar!!! =D



Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Michele Design