Discutível Perfeição: DESTINO

ÚLTIMOS POSTS









terça-feira, 31 de julho de 2018

DESTINO


A campainha tocou, isso me atemorizou, quem será? Vítima da curiosidade, caminhei a passos largos até a porta. Respirei fundo, lancei a mão até a maçaneta e a torci. Enquanto a porta saia do meu campo de visão, tentei formular hipóteses. Finalmente tive minha curiosidade saciada, contudo, agora, a confusão reinava.

- Olá! – disse com certa ansiedade em sua voz.

- Hum... Oi! – articulei com certa dificuldade.

- Posso entrar? – averiguo.

- Claro! – autorizei.

- Obrigado! – agradeceu enquanto adentrava.

- Desculpe minha curiosidade... Mas... Porque você está aqui? – inquiri.

- Precisamos conversar... – avisou com certa seriedade em sua voz.

- Sobre? – pesquisei.

- Nós! – proferiu de uma única vez.

- Ok! – pronunciei e espirei – Não estou entendendo nada... – confessei.

- Já esperava por isso... – disse e sorriu.

- Então... Você vai acender a luz ou vou ter que fazer tudo sozinha? – indaguei.

- Eu acendo... – articulou divertidamente.

- Obrigada! – disse e me sentei.

- Hum... Anita... Sei que andei meio distante... Fugindo, pra ser mais exato... – explicou.

- É! Percebi isso há algum tempo... Mas... A única coisa que não consegui entender é por que... – confessei.

- Você não faz mesmo idéia? – pesquisou.

- Não! Nem sombra... – disse amuadamente.

- Quando me disseram que você é muito ingênua... Não acreditei... Contudo... Acho que devo dar razão... – falou distraidamente.

- Rodrigo! Você veio aqui pra me dizer o que as outras pessoas falam de mim pelas costas? – averigüei.

- Não! Na realidade vim para lhe dizer que... – hesitou.

- Fala criatura! – pressionei.

- Que me afastei de você porque descobri que estou deslumbrado por ti... Apaixonei-me pela namorada do meu melhor amigo... – elucidou.

- Você se apaixonou por mim? – examinei.

- Sim! – respondeu.

- Onde você está com a cabeça? – questionei.

- Não sei! Anita... Juro que tentei evitar... Mas não consegui... – cientificou.

- E o que você espera que eu diga? – investiguei.

- Na verdade... Nada... Apenas achei que você deveria saber... – admitiu.

- Bom, isso me parece justo... Agora... Preciso admitir... Pretendia te procurar... – revelei.

- Por quê? – inquiriu.

- Depois que você começou a se afastar de nós... Percebi que estava acontecendo algo estranho comigo... Meus sentimentos pelo Paulo mudaram... De alguma forma tudo virou de ponta cabeça... – expliquei.

- Anita... Você esta tentando me dizer o que? – interrogou.

- Que me apaixonei por ti... – aclarei.

- E onde o Paulo fica nessa zona toda? – pesquisou.

- Nós terminamos há alguns dias... – explanei.

Sorriu travessamente, isso fez meu coração bater a uma velocidade anormal. Nesse instante, cruzou a sala e antes que pudesse compreender o que estava acontecendo, me beijou.

Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mas lembre-se:

✔ Identifique-se;
✔ Evite palavrões, educação é bom, bonito e todo mundo gosta;
✔ Estou aberta a todas as opiniões, mesmo que a sua seja uma crítica;
✔ Retribuirei qualquer comentário, se possuir blog;
✖ Não faça propaganda de seu blog, se quiser deixar o link, comente usando a opção Nome/URL ou com o seu OpenID.

Obrigada por comentar!!! =D



Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Michele Design